Blog

Pare de chamar de vagabundo quem não quis te amar

26
mar,2015

0

Eu sempre ouço e leio mulheres enumerando homens de vagabundos porque eles não corresponderam seus interesses e homens reclamando que as mulheres não querem nada com nada por elas terem lhe dedicado um belo fora. Confesso que eu mesma já…

Quando descobrimos nosso tesouro

25
mar,2015

0

Para ler ao som de: O último romance que lera estava jogado em cima da cama por fazer. Era alguma história triste do David Nicholls, que conseguia ser mais doce e menos previsível que Nicholas Sparks, mas trazia aquela mesma…

Data marcada para “Enquanto você não vem” chegar

24
mar,2015

1

Como todos vocês já sabem, a Editora Penalux me convidou para transformar os textos do livro|site em livro. E a data do lançamento desse meu filho querido, que já foi beijado por todos vocês que me acompanham desde quando o…

Conselho é uma forma de vingar-se da vida

17
mar,2015

1

Pra ler ao som de: Não é preciso ser nenhum gênio pra saber que a maioria das burradas que fazemos na vida vêm por nos apegarmos a coisas e pessoas que não merecem nossa atenção. A orgulhos bobos que não…

Quando descobri o mundo

13
mar,2015

1

Pra ouvir ao som de: As vezes eu achava que talvez tivesse perdido a vocação pra essa porcaria de amor.  Era tanto medo da decepção, tanta insatisfação comigo mesma que me parecia muito mais prático abrir logo as pernas, dar-lhes…

Sobreviva

3
mar,2015

1

Pra ler ao som de: Um instante de dor vale uma vida de glória. Brad Gann   Mesmo concordando com o Seu Madruga, de que a “vingança nunca é plena. Mata a alma e envenena”, eu sempre tive um espírito…

A capa do meu livro saiu!

25
fev,2015

0

Abril está quase chegando, e com ele, o lançamento do meu livro também. Enquanto ele não chega, confiram a capa do meu filho querido, que já está pronta.   Em breve, postarei mais aperitivos e a capa em versão 3D.

O cara perfeito

23
fev,2015

1

Pra ler ao som de: “A paixão é uma forma socialmente aceitável de insanidade.” Spike Jonze O jeito que ele me olhava nos olhos, me balançava as pernas. Era tão profundo e me despia de uma maneira, que eu mergulhava…

Nós somos guarda-roupas

19
fev,2015

2

Sempre tive uma coisa quase que religiosa com o guarda-roupas. Quando a existência pesa, desanda, quando me sinto encurralada, confusa, irritada, tepeemizada, vou para o guarda-roupas, jogo todas as minhas roupas no chão pra começar do zero minha arrumação. Claro…

No caminho da metamorfose

16
fev,2015

0

Se o dente quebrar, se o pé sangrar, se a fome gritar, Continue.. Se a saudade apertar, se o amor machucar, se a tentava falhar, Continue. Se o sonho sangrar , se a inspiração faltar, se a porta se fechar,…

%d blogueiros gostam disto: